sábado, 25 de fevereiro de 2012

PISTOLA DE PRESSÃO URKO 4,5mm, MAIS UMA RARIDADE RESSURGE DAS CINZAS.


Há cerca de 15 dias, recebí o telefonema do atirador Rui, me informando que tinha uma pistola antiga para reformar. Perguntei a marca e ele não soube me informar: Disse apenas que a pistola era muito antiga, tinha pertencido a um parente já falecido e estava parada havia bastante tempo. O atirador foi até minha casa e me mostrou a peça. Percebí que se tratava de uma pistola URKO muito antiga mesmo. Um dos primeiros modelos de arma de pressão projetados pela fábrica paulista, que produziu também inúmeras armas de fogo nos calibres .22 e .38 e, ao contrário do que muitos leigos comentam, fez sim muitos produtos de qualidade. A pistola não estava funcionando. Fiquei de examina-la para fazer um diagnóstico preciso. Pedí que Rui me ligasse duas horas mais tarde. Ao desmontar completamente a pistola, constatei que o pistão estava quebrado e sem bucha. Em virtude disto a pistola sequer conseguia armar, pois é justamente o pistão que, ao ser compelido para trás da câmara, fica preso no retentor do gatilho, mantendo assim a arma pronta para o disparo. Informei meu novo amigo atirador que, infelizmente, seria muito difícil a recuperação da sua arma devido não haver mais no mercado peças de reposição para esta pistola de pressão. Rui me disse que não interessava pra ele manter em casa uma arma que não funcionava e que eu poderia ficar com a URKO e tentar recupera-la pra fazer parte da minha pequena coleção. Independente de qualquer coisa, é um desafio pra mim como técnico recuperar qualquer arma de pressão parada, embora isto seja tarefa difícil quando esbarro na falta de algumas peças de reposição. Como viajo bastante, deixei o pistão quebrado guardado no meu carro pra que, caso visitasse algum velho ferreiro ou atirador tentasse encontrar uma peça semelhante, mesmo que estivesse usada. ôntem, fomos pescar no interior e um primo me apresentou a um amigo que me perguntou se eu não tinha um cano de pistola de pressão pra vender. Curioso pedí para ver sua arma. O rapaz foi a sua casa e voltou trazendo uma velha pistola urko com o cano literalmente torto. Sorrí para o rapaz e lhe disse que eu não tinha cano pra vender mas,que, caso o pistão da sua pistola tivesse bom, me interessava adquirir as peças da sua arma. Ele me disse que aquilo não servia pra nada mesmo e que faríamos negócio. Resultado:Entreguei uma vara de pescar completa pra ele em troca do pistão com a bucha e a mola de sua velha URKO.E olha que o pistão não estava essa coca-cola toda não!
Hoje mesmo de manhã, bem cedo, eu instalei as peças que adquirí na pistola URKO que pertencia ao atirador Rui e que é a personagem principal desta matéria, e a arma funcionou perfeitamente. Aproveitei e instalei outra mola mais potente, massa de mira e uma alça de mira, que eu mesmo confeccionei em plástico.Testei sua potência e precisão e fiquei impressionado com sua qualidade. O primeiro disparo foi feito em uma vasilha plástica de óleo diesel a distância de 8 metros. Para nossa surpresa, o chumbinho transfixou completamente o duro plástico, bateu na parede de concreto e ainda ricocheteou. Isto me fez ir até a casa de outro atirador amigo meu para emprestar seu cronógrafo, que é o único instrumento adequado para medir a velocidade de uma arma de pressão. Feito o teste, constatei o que já imaginava: A pistola URKO,já devidamente consertada e lubrificada atingiu a velocidade de 140,5 m/s superando assim, em potência, as pistolas de pressão Gamo e se igualando a pistola Hatsan 25, sendo que, o gatilho da Urko é mais macio e muito superior ao da Hatsan.
Atirador testando a potência da pistola de pressão URKO calibre 4,5mm(.177).

Na imagem acima, a pistola de pressão urko e o que restou da tampa de uma caneta bic, ao ser atingida por um tiro desta pistola, à distância de 8 metros.


A URKO acertou quando confeccionou o cano desta pistola de pressão com 12 raias(grande parte das pistolas de fogo tem apenas 6)pois isto lhe conferiu uma boa precisão. Neste quesito, este técnico atribuiu nota 9 à pistola.
Seu peso de 1kg se assemelha muito ao de uma pistola de fogo carregada e isto conta ponto na hora do treinamento: Porte, saque, enquadramento etc. Principalmente pra quem tem arma de fogo curta e não quer gastar muito com munição, que atualmente tem seu preço desmedidamente alto.
Mais uma raridade que conseguimos salvar. Raridade? sim, isto mesmo. Esta pistola de pressão foi e é o sonho de consumo de muitos atiradores que, desde a infância presenciaram intermináveis sessões de tiro com este modelo de pistola, nas barraquinhas dos parques de diversões espalhados por este Brasilzão. É isto que mantém acesa a chama do fascínio pelas armas de ar comprimido.
Abraço a todos atiradores e em especial,ao meu amigo Rui, que poderá atirar novamente com a velha urko.

* *O autor Wsniper é atirador e técnico em manutenção de armas de pressão.

Uma obra completa sobre este fantástico mundo, com tudo que você precisa conhecer sobre armas de fogo e pressão.Um livro técnico e que Fala tudo sobre todos sistemas de armas de pressão e de fogo, com detalhes, avaliações técnicas e muitas imagens. É indicado para qualquer atirador iniciante ou experiente, pois explica tudo de forma bem objetiva e fácil de compreender. Além do mais, ensina as principais técnicas de tiro com carabina e pistola e ensina a calibrar qualquer luneta e mira aberta. Inclusive ensina até a fazer um estande para tiro com armas de pressão, gastando muito pouco! Uma verdadeira viagem pelo mundo das armas, com 34 capítulos distribuídos em mais de 300 páginas,Numa obra jamais antes vista e que vai lhe prender e fascinar,desde a primeira até a última página. Dentre dezenas de outros assuntos, você verá como escolher a melhor arma; O calibre ideal para defesa; Armazenamento de munição; Tipos de mira; O silenciador (supressor de ruídos); Armas que marcaram a história; As armas do atirador de elite e muito mais. Adquirindo nosso livro,você ainda leva grátis o manual de lubrificação e conservação de armas de pressão, que ensina a manter sua arma sempre nova.
Nosso livro é técnico e ao mesmo tempo uma aula de história, mostrando,desde a mais primitiva até a mais moderna arma de todos os tempos,que atira praticamente sozinha. Você vai se emocionar com a história das principais armas e seus personagens, narradas de uma forma única! Lendo nosso livro, você também terá uma verdadeira aula de tiro, explicada de forma bem clara, objetiva e direta, com muitas imagens, macetes e dicas!
*PEDIDOS EXCLUSIVAMENTE ATRAVÉS DO E-MAIL wsniper@hotmail.com.br
*Dentre alguns outros títulos, o autor é primeiro colocado geral na matéria TIRO (armas de fogo diversas),em curso de formação na ACADEPOL/PA (Academia de Polícia Civil/89); Campeão do torneio de tiro de carabina de ar com luneta do CTEGP/2010 e medalhista na terceira etapa nacional de tiro virtual/2012, na categoria ATIRADOR CLASSE A, carabina de ar mira aberta, silhueta metálica a 25 metros
PEDIDOS EXCLUSIVAMENTE ATRAVÉS DO E-MAIL wsniper@hotmail.com.br

21 comentários:

  1. Olá amigo, boa tarde! Primeiramente informo que você acabou de ganhar um seguidor em seu blog, pois também sou fascinado nestes artigos esportivos. Em segundo, já estou te passando um email, pois irei precisar de sua ajuda com minha "nova" pistola Urko. Abraços
    kaye.plepis@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Amigo, meu avô possui uma pistola destas. Porém ela está com o cabo e o sistema do gatilho quebrados. Quando tentamos armá-la, nada acontece. Então imaginamos que ela já esteja armada, mas não está disparando, e o cabo quebrou de modo a ficar separado dela.
    Se puder, me envie por e-mail o material que possui sobre ela, pois pretendo restaurá-la.
    Meu e-mail: mcelomac@gmail.com

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Olá, boa noite, acabei de ganhar uma pistola dessas tbm adoro e me faz lembrar de minha infancia, hoje tenho 43.Entao imagino que a minha seja de 1980 e alguma coisa,rsrsr.E o que acontece é que ela esta quebrada no punho, pergunto será que consigo um novo cabo? Se puder me ajudar por favor.glau_cio_38@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há mais no mercado peças de reposição pra esta arma,mas muita gente ainda tem alguma quebrada em casa. Se alguém tiver uma arma quebrada mas com o cabo que dê para aproveitar poderia ceder ou negociar a peça com vc. Outra opção seria vc pedir a um marceneiro que fizesse uma de madeira e depois é só pintar de preto ok!

      Excluir
  4. Gostaria de saber se a Fabrica de Armas Urko ainda existe ????

    Obrigado

    medanza@uol.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, tenho uma urko que funciona muito bem, mas está oxidada, e com a mola fraca devido a tantos disparos, gostaria de saber por qual mola posso substituir a original pra que fique com toda essa potência da sua e como faço pra melhorar ou trocar o gatilho que me parece ser produzido de nilon,OBS: tambem quero saber se a alça e maça de mira originais podem ser substituidas, se tratando de uma massa de mira fixada por encaixe, Obrigado / Gabriel / gabrielgallotta@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. I got this web site from my buddy who informed me regarding this website and now this time I am browsing this site and reading very informative content at this place.


    Feel free to surf to my site; best psychic readings
    Also visit my web page : read the source

    ResponderExcluir
  7. Thanks, my friend. I hope you always enjoy our site!

    ResponderExcluir
  8. Possuo uma Carabina URKOIII 4.5MM que apesar da idade funcionava muito bem e estava como nova guardada dentro do armário de casa.

    Precisei emprestar para um amigo para fazer o controle de pragas em sua casa (um Rato).
    E Mesmo estando escrito na coronha que não era aconselhável disparar com a carabina aberta, ele(O amigo) o fez.
    Sendo assim a carabina não mais armava para o disparo.

    Como tenho certa facilidade em desmontar e montar coisas, fui a luta. E constatei que a peça quebrada era a ponta do (puxador)que empurra a mola para o disparo, que por acaso ainda possuo quebrado com a ponta (-x----).

    Essa peça pode ser comprada em loja ou vou precisar restaurar a tal.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existem mais peças para a pistola Urko à venda!
      Voce vai ter que restaurar a peça mesmo!
      Aviso aos amantes de arma:
      De 100 armas que recebo pra fazer manutenção, 99 foram quebradas quando emprestadas. Se voce quiser ver sua arma quebrada, é só emprestar!! Rê,rê,rê
      Boa sorte!

      Excluir
  9. Obrigado pela sua atenção e pelo seu tempo Wsniper,vou deixar meu e-mail caso conheça algum lugar para que eu possa enviar para reparo.
    sandromarchiori@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Maigo possuo um arma urko impecavel. porem acredito que ela não esteja com a devida pressao na mola. vc teria como me ajudar?

    desde ja agradeço a atenção.

    rafaelplongo@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Tenho uma Urko III, algém sabe quando elas pararam de ser fabricadas?

    Rodrigo
    digocomandos@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. tenho uma pistola dessas, quebrou a coronha de plástico, alguém sabe onde tem pra vender a coronha ou uma outra que caiba nela? fabriciolma@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existem mais peças a venda para esta pistola! Uma solução seria encomendar um cabo a um marceneiro ou coronheiro!

      Excluir
  13. BOM DIA AMIGO WSNIPER,EU TENHO UMA URKO INTACTA ,FUNCIONANDO TUDO,PERFEITA ,GOSTARIA DE SABER QUE TIPO DE MOLA REFORÇADA EU PODERIA COLOCAR NELA PARA AUMENTAR A POTÊNCIA ,E SE TU TEM O MANUAL DE MANUNTENÇÃO DELA ,E QUAL É O VALOR ESTIMADO DESTA RARA PISTOLA ?OBRIGADO,EMAIL PARA RESPOSTA marcantonio1964@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia amigo. Parabéns pela arma e não indico a instalação de outra mola nela, a não ser se a original já estivesse desgastada!
      Forte abraço

      Excluir
  14. ganhei uma urko 4.5 com defeito,ela nao arma,ja vai disparando.será que só trocando o pistão de outra urko,resolvo isso?

    ResponderExcluir
  15. Minha história é semelhante...
    Um Tio meu (já falecido) presenteou o meu pai com uma Pistola Urko Tiger 4.5 e durante minha pré-adolescência eu viajava com meu pai para o interior e sempre levávamos a Urko para praticar tiro esportivo na fazenda.
    Qual não foi minha surpresa, quando depois de adulto, meu pai me presenteou com a Urko! Ela já apresentava defeito e eu como gosto de fuçar nas coisas, consegui consertá-la e ainda a uso no tempo livre para lazer.
    Recentemente a coronha (cabo) quebrou. Gastei boas horas e bons tubos de cola para conseguir fazê-la funcionar novamente. Atualmente, até fita adesiva foi usada para manter a Urko funcionando.
    Estou com o mesmo problema de muitos daqui, a coronha (cabo) quebrada. Será que alguém tem contato de algum daqueles que fizeram cabos de madeira para a Urko? Alguém tem mais informações?
    Parabéns pela postagem e pela dedicação às armas de pressão.
    Fico no aguardo de informações.
    Obrigado desde já.

    ResponderExcluir
  16. eu tenho uma pistola URKO desde os 10 anos, e ainda funciona muito bem, quebrou o pistao uma vez, mas como a fabrica da urko ainda existia consegui encomendar uma nova, hoje mesmo dei alguns disparos com ela. Estou tentando restaurar uma CBC Expresso 245 e outra 345 junior, e infelizmente as duas estao sem as alças e massas de mira, alguem pode ajudar?

    Tenho o manual (uma unica folha de papel, frente e verso) original que veio junto com a urko, mostra a descrição da arma e o desenho explodido com o nome de todas as peças, quem quiser uma cópia por e-mail, me avise fabio.mingori@unoesc.edu.br

    ResponderExcluir
  17. Tenho uma Tiger 4,5mm que, assim como a sua, tive que usar algumas peças de reposição "canibalizando" outro exemplar em pior estado (também com o cano torto e enferrujada).

    Em uma antiga loja aqui de São Paulo, ainda consegui um coldre para essa pistola. Embora não tenha marca, tudo indica ser fabricado pela Olsen do Paraná - já que a referida loja revendia coldres dessa marca. É um coldre com tampa, estilo militar. A tampa do coldre ainda possui um compartimento com velcro para guarda dos chumbinhos.

    Fiz pequenas modificações na minha: alterei a fixação da parte inferior do guarda-mato de modo que não fosse necessário o parafuso, pois sua cabeça machuca a mão.

    Outra alteração foi reduzir o tamanho do pino roscado do graduador vertical da alça de mira. Ele é muito longo e, com a alça de mira na posição mais baixa, interfere na visada.

    Notei que há dois tipos de plástico empregados na Urko Tiger: nas mais antigas, ele é brilhante e mais duro (quebradiço). Nas mais recentes o plástico é fosco e mais maleável.

    Discordo que o gatilho seja macio. O da minha dispara com uma pressão de 5,3 kg. Apesar de duro para uma arma de tiro ao alvo, é ótimo para treinamento de defesa, pois fica pouco abaixo da pressão necessária para disparar um revólver de ação dupla (5,8 kg).

    Uso essa pistola para treinamento de tiro de defesa em escala reduzida: em vez do alvo convencional de precisão, faço meus alvos baixando imagens de alvos de defesa (silhueta humanoide) e imprimindo em escala de 1:4 ou 1:5, e reduzindo a distância de tiro na mesma proporção. Assim, em espaços apertados (5 metros), reproduzo a dificuldade de se atirar com armas de fogo em silhuetas postadas a 20 ou 25 metros.

    Treinando com armas de fogo nas distâncias mencionadas, a pontuação obtida é praticamente idêntica.

    ResponderExcluir

PARTICIPE! COMENTE!
FAVOR DEIXAR SEU NOME E E-MAIL NO FINAL DO SEU COMENTÁRIO!