terça-feira, 5 de janeiro de 2010

*TÉCNICAS DE TIRO PARA CARABINA.

Atirador,na posição de pé, se preparando para disparar.


Treinamento de Carabina - Mr. William R. Krilling(Técnico da Equipe Norte-Americana)

por Alberto Braga



TÉCNICAS DE TIRO COM CARABINA
Com imenso prazer procurarei transmitir aos atiradores de carabina que não tiveram a oportunidade de trabalhar com Mr Krilling, os ensinamentos que consegui aprender e que em mim produziram resultados imediatos.

A princípio fiquei temeroso em treinar com Mr Krilling, pois os dias disponíveis para o seu trabalho no Rio de Janeiro eram justamente os dias de semana que precediam o Campeonato Brasileiro. Certamente ele faria alterações nas minhas posições de tiro e os meus resultados seriam prejudicados.

Manifestei a ele esse meu temor e após saber as minhas médias, disse-me com toda segurança que mudaríamos para melhor. Esta resposta deu-me confiança e começamos o treinamento acatando, sem restrição, todas as modificações por ele determinadas.

Sua técnica consistia em observar o atirador em ação, verificar a localização do impacto no alvo, e então ir fazendo as correções que julgassem necessárias, até que o atirador tivesse a arma estável sobre o alvo.

Após três dias treinamento, já com todas as posições modificadas e eu razoavelmente adaptado, Mr Krilling determinou que atirasse 3 X 20 para fazermos um teste. Tive uma agradável surpresa: fiz 566 pontos.

Os pontos mais importantes e que devem merecer especial atenção dos atiradores – principalmente os que ultrapassaram a fase de iniciação e já estão competindo – são, a meu ver, os seguintes:

1) Nas posições, principalmente em pé e ajoelhado, o equilíbrio perfeito é fundamental. O atirador não deve disparar nem mesmo nos treinamentos até que consiga, com pacientes modificações e principalmente com o auxílio de um companheiro (na ausência de um técnico), que a arma tenha um arco de movimento mínimo. Para isso, é recomendável o treinamento “em seco”.

2) A técnica do disparo: este foi o principal ensinamento que recebi de Mr Krilling e que é um fundamento do Tiro ao Alvo. Mas acredito que poucos entre nós consigam utilizar a técnica do disparo com perfeição em pelo menos 50% dos tiros de uma competição.

A técnica consiste na utilização do sistema: Relax - Controle do Gatilho – Follow Through. O Relax é a combinação da concentração com o relaxamento muscular, que é importantíssimo, pois neste momento é que o atirador “encaixa” a posição, liberando o trabalho dos músculos desnecessários. É importante neste momento o relaxamento do ombro direito.

Quando a arma já está empunhada, com o relaxamento feito, as miras enquadradas e sobre o alvo, o descanso do gatilho deve ser vencido e inicia-se o trabalho de seu pressionamento progressivo até que o disparo se faça naturalmente.

Imediatamente após o disparo, começa o (follow through) acompanhamento, que consiste em permanecer na posição por mais alguns segundos, analisando-se, após o salto da arma, as condições em que o tiro foi disparado.

Posição de Pé:
Minha posição de pé, após as modificações feitas, obedece à seguinte seqüência de preparação:
1) Posição dos pés: pé esquerdo ligeiramente á frente do direito. Abertura igual à largura dos ombros. Recomendo marcar no chão com giz a posição ideal antes de iniciar os tiros de prova.

2) Empunhar a arma apontando em direção à 3 ou 4 alvos à direita e fazer a torção do corpo sem mover a cintura (back spin). O corpo também deve estar ligeiramente inclinado para trás: a cabeça é abaixada naturalmente sobre a coronha, sem forçar o pescoço. No momento da torção o cotovelo esquerdo não deve ser deslocado da posição inicial, ficando, portanto, ligeiramente para a direita para a direita da crista do osso ilíaco. A seguir, fazer o relaxamento muscular, encaixar os quadris e bloquear os joelhos, que não podem dobrar.

3) Para ter um bom resultado na posição em pé, o atirador deve colocar seus pés separados de uma distância igual à largura de seus ombros. Coloca-se o corpo num ângulo de 90 graus em relação ao alvo. Procure sempre equilibrar o peso da carabina, podendo apoiar-se mais em um dos pés, desde que a diferença não ultrapasse de 60%.

O corpo do atirador deve ter uma inclinação para trás, para compensar o peso da carabina, e ligeiramente torcida. Quando o equilíbrio do conjunto carabina-atirador estiver correto, o centro de gravidade passará por um ponto imaginário situado entre os pés do atirador.

O conjunto resultante da posição dos pés, bloqueio dos joelhos, trancamento dos quadris, posição do cotovelo, posição da mão esquerda no “palm rest” e a execução da torção devem colocar a arma apontada ligeiramente alta sobre o alvo. Com a execução da visada e o relaxamento a arma deverá vir para o ponto ideal de disparo. ********
Uma obra completa sobre este fantástico mundo, com tudo que você precisa conhecer sobre armas de fogo e pressão.Um livro técnico e que Fala tudo sobre todos sistemas de armas de pressão e de fogo, com detalhes, avaliações técnicas e muitas imagens. É indicado para qualquer atirador iniciante ou experiente, pois explica tudo de forma bem objetiva e fácil de compreender. Além do mais, ensina as principais técnicas de tiro com carabina e pistola e ensina a calibrar qualquer luneta e mira aberta. Inclusive ensina até a fazer um estande para tiro com armas de pressão, gastando muito pouco! Uma verdadeira viagem pelo mundo das armas, com 34 capítulos distribuídos em mais de 300 páginas,Numa obra jamais antes vista e que vai lhe prender e fascinar,desde a primeira até a última página. Dentre dezenas de outros assuntos, você verá como escolher a melhor arma; O calibre ideal para defesa; Armazenamento de munição; Tipos de mira; O silenciador (supressor de ruídos); Armas que marcaram a história; As armas do atirador de elite e muito mais. Adquirindo nosso livro,você ainda leva grátis o manual de lubrificação e conservação de armas de pressão, que ensina a manter sua arma sempre nova.
Nosso livro é técnico e ao mesmo tempo uma aula de história, mostrando,desde a mais primitiva até a mais moderna arma de todos os tempos,que atira praticamente sozinha. Você vai se emocionar com a história das principais armas e seus personagens, narradas de uma forma única! Lendo nosso livro, você também terá uma verdadeira aula de tiro, explicada de forma bem clara, objetiva e direta, com muitas imagens, macetes e dicas!
*PEDIDOS EXCLUSIVAMENTE ATRAVÉS DO E-MAIL wsniper@hotmail.com.br
*Dentre alguns outros títulos, o autor é primeiro colocado geral na matéria TIRO (armas de fogo diversas),em curso de formação na ACADEPOL/PA (Academia de Polícia Civil/89); Campeão do torneio de tiro de carabina de ar com luneta do CTEGP/2010 e medalhista na terceira etapa nacional de tiro virtual/2012, na categoria ATIRADOR CLASSE A, carabina de ar mira aberta, silhueta metálica a 25 metros
PEDIDOS EXCLUSIVAMENTE ATRAVÉS DO E-MAIL wsniper@hotmail.com.br

9 comentários:

  1. Olá, vc poderia colocar uma foto da posição em ralação ao alvo?

    Muito legal o blog! Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gostei bastante desse ¨tutorial¨. Ainda mais porque comprei agora minha primeira carabina (Montenegro STD GII - 4,5mm).
    Não sei se aqui pode perguntar, mas só quero tirar uma dúvida.
    Qual é a melhor opção: Luneta ou mira a Laser?

    Parabéns pelo blog!
    -Hebert-

    ResponderExcluir
  3. Hebert
    Pode perguntar sim,pois o site é feito pra todos voces!Meu e-mail é wallacepoint@hotmail.com
    Acho melhor luneta. Inclusive vendemos luneta red-green dot,conforme o anúncio acima.
    Abraço e obrigado pelo elogio!

    ResponderExcluir
  4. OLÁ, MARAVILHA GOSTEI BASTANTE, ME TIRA UMA DÚVIDA O RED DOTS ELE TEM UMA MELHOR PRECISÃO EM RELAÇÃO AS LUNETAS CONVENCIONAIS.TENHO UMA NITRO 800 DA CBC SERÁ QUE ELA VAI FICAR COM MAIS PRECISÃO.

    ResponderExcluir
  5. É apenas uma questão de preferência.Mas com certeza a vantagem deste red dot é que o tiro irá acertar o local onde vc aponta a luz e com isto a precisão é excelente,com a vantagem deste red dot ter duas luzes verde e vermelha!

    ResponderExcluir
  6. Gostei das dicas, vou imprimir e tentar praticar, e quem sabe improvisar um pouco também ...
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  7. Carlos
    Procure improvisar sempre dentro das técnicas.
    Abraço e bons treinos!

    ResponderExcluir
  8. olá, adorei os macetes se assim posso dizer;
    mais tire uma duvida a melhor maneira de ter uma postura melhor do alvo é sempre descendo pra ele? ou melhor dizendo, parar a arma em cima do alvo e descer até ele (alvo)? obrigado.... tenho uma carabina CBC stander 4.5 e quero aproveitar melhor oq ela pode dar..... abraços.. lucianosminstrutor@hotmail.com/ luciano souza de menezes

    ResponderExcluir
  9. Olá, Adorei o Blog e também como novato tenho uma dúvida: Repare na foto abaixo do titulo"Técnicas de tiro para carabina". A soleira da arma está muito acima do ombro e nas armas de competição olimpicas as soleiras são de aluminio e com regulagem, permitindo o ajuste no ombro. Por que não se vende essas soleiras para que possamos adaptar melhor o ombro na coronha da arma?
    José Guilherme

    ResponderExcluir

PARTICIPE! COMENTE!
FAVOR DEIXAR SEU NOME E E-MAIL NO FINAL DO SEU COMENTÁRIO!